Mantenha a saúde do intestino

09/01/2012


Uma alimentação saudável garantes muitos benefícios ao corpo, entre eles o o bom funcionamento do intestino. Saber adequar os hábitos alimentares é um ponto fundamental para quem deseja manter a saúde do intestino. O Jornal Folha de São Paulo publicou matéria onde aborda essas e outras questões. Acompanhe um trecho:

 

Problemas como a diverticulite, que eram mais característicos de idosos, estão sendo cada vez mais comuns em jovens, provavelmente por causa da alimentação moderna, sugere a médica Lúcia Oliveira, da Sociedade Brasileira de Coloproctogia.

 

Para ajudar quem pretende mudar os hábitos em benefício do bom funcionamento do órgão digestivo, a médica juntou-se à nutricionista Flávia Netto para escrever "Intestino Saudável".

 

Entre as 35 receitas selecionadas pelo livro está o creme de tomate com manjericão (veja abaixo). O tomate é um alimento recomendado para prevenir o câncer de intestino por ser rico em antioxidantes, que combatem a ação dos radicais livres.

 

Segundo Oliveira, é fundamental ingerir entre 20 e 35 gramas de fibras por dia. Isso lentifica o esvaziamento gástrico, diminuindo a absorção de colesterol e retardando a absorção de carboidratos pelo sangue. As fibras também são importantes por seu efeito laxativo.

 

Porém, ela alerta que pessoas que não têm o costume de comer alimentos ricos nesse componente devem adaptar sua alimentação aos poucos. Isso porque, durante o processo de digestão das fibras, é comum que o intestino produza mais gases. Pelo mesmo motivo, desaconselha o uso de misturas de grãos sem uma orientação médica.

 

Oliveira lembra que, além de ingerir fibras, é importante que a pessoa beba muita água. Ela também aconselha que se evite o consumo de alimentos que aumentam a produção de radicais livres durante a digestão ou que tenham alto teor de carboidrato e poucas fibras. Entre eles estão as carnes vermelhas, biscoitos com farináceos, frituras, embutidos e alimentos com corantes (como refrigerantes ou sucos em pó).

 

Segundo Oliveira, a obesidade é um dos principais fatores de risco para o câncer de intestino e a diverticulite. Ela explica que o órgão está suscetível a doenças por receber os subprodutos da digestão, entre eles os radicais livres, que surgem principalmente na digestão de carnes vermelhas muito queimadas ou alimentos fritos, e alteram o funcionamento das células. Outras substâncias cancerígenas se ingeridas em excesso são os nitritos e nitratos, presentes em embutidos e enlatados.

 

CREME DE TOMATE COM MANJERICÃO

 

INGREDIENTES

3 colheres de sopa de óleo de canola

3 colheres de sopa de cebola picada

2 ramos de manjericão

6 tomates maduros e firmes

2 xícaras de chá de água

2 xícaras de chá de leite de soja

2 colheres de sopa de farinha de trigo

2 xícaras de chá de leite de coco

2 colheres de sopa de farinha de soja

Orégano e sal a gosto

 

PREPARAÇÃO

- Refogar o óleo, a cebola e os tomates grosseiramente picados

- Acrescentar a água e ferver por 1 minuto

- Amornar o preparado e liquidificar junto com o leite de soja, a farinha de trigo e a farinha de soja

- Voltar toda a preparação ao fogo sem deixar de mexer e ferver por 3 minutos

- Retirar do fogo e acrescentar o manjericão picado

- Servir polvilhado com ricota

 

Para aumentar a quantidade de fibras:

Pode-se adicionar fibra em pó

Se quiser, substitua a farinha de trigo por farinha de soja ou farelo de trigo

 

 

Fonte: Folha de São Paulo



Veja também