Comer rápido pode gerar diabetes

21/05/2012


O documento “Estatísticas da Saúde Mundial 2012”, lançado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) relatou altos índices de diabetes, hipertensão e obesidade ao redor do mundo. Um dos violões que deixam nosso corpo propício para essas doenças é a correria da vida moderna. Mais especificamente, a pressa que temos na hora de almoçar. As informações apontam que cerca de 10% da população mundial vive com diabetes e 12% são consideradas obesas.

 

A correria das cidades grandes, o trânsito estressante, as longas horas de trabalho, as tarefas domiciliares e os compromissos sociais muitas vezes impedem-nos de saborear calmamente cada refeição.

 

Já sabíamos que o que comemos têm uma grande influência no nosso organismo. Agora, pesquisa feita pela Universidade Lituânia de Ciências da Saúde mostra que o modo como comemos também tem importância. Comer muito rápido pode aumentar em até 2,5 vezes o risco de gerar diabetes tipo 2, aquela na qual a insulina continua a ser produzida, mas o organismo desenvolve resistência ao hormônio.

 

Esse não é o primeiro estudo que identifica a correria na hora das refeições como um risco para a saúde. Outras pesquisas já haviam ligado a forma de comer com o índice de obesidade, que aumenta junto com a velocidade da ingestão de alimentos.

 

Os pesquisadores acreditam que ao identificar fatores de risco que podem ser modificados, as chances de reduzi-los é maior. Portanto, pare um pouco e dê a você mesmo o prazer de saborear cada garfada. Seu corpo agradece.

 

 

Fonte: Blog da Saúde

 



Veja também