Acerte na roupa

19/07/2012


Você tem dores de cabeça, visão embaçada ou formigamento em torno das orelhas, especialmente no escritório? O culpado são as vestimentas apertadas que podem comprimir nervos importantes e, com frequência, causar estes problemas.

 

Aos homens, um aviso especial: gravatas e colarinhos de camisa apertados podem reduzir a circulação para o cérebro e aumentar a pressão intraocular, um fator de risco para o glaucoma, alertam os especialistas.

 

No caso masculino, outro detalhe que merece atenção é a escolha da roupa íntima. Samba-canção ou cueca tradicional? Especialistas em fertilidade aconselham os homens que querem ter filhos a não passar longos períodos em shorts de ciclismo ou cuecas apertadas que podem elevar a temperatura dos testículos, reduzindo a produção de espermatozóides.

 

Já para as mulheres, o médico neurologista de Nova York, Irving Friedman, dá o seguinte alerta: dormência na perna pode ser um sinal de compressão no nervo cutâneo femoral lateral, que vai do abdome até a parte externa da coxa.

 

Para aquelas que adoram usar roupas apertadas e acessórios muito ajustados ao corpo, a meralgia parestésica pode ocorrer. “Tudo o que coloca pressão sobre o nervo pode causá-lo”, completa Friedman.

 

Confira algumas peças que podem prejudicar a saúde e talvez mereçam ser eliminadas do armário:

 

Jeans apertado: espremer o corpo em um jeans apertado não só pode causar compressão de nervos como também interferir na digestão, concluiu a publicação “Archives of Internal Medicine” em 1993. Os estilos de jeans, cada vez mais ajustados, também causam dores lombares, infecções fúngicas em mulheres e um transtorno raro chamado lipoatrofia semicircular, que são lesões horizontais ao redor das coxas.

 

Modeladores de corpo: quando são muito apertados ou muito longos, os modeladores de corpo podem causar tanto a compressão de nervos como problemas digestivos, além de vergões dolorosos onde termina o tecido e começa a pele. Os modeladores que comprimem a parte superior do abdome também podem impedir que o oxigênio chegue corretamente aos pulmões, provocando tonturas.

 

Roupas interiores: peritos de lingerie dizem que 75% das mulheres usam sutiã de tamanho errado. Um sutiã que é muito grande não dá nenhum suporte, o que pode causar dores no peito e tensão nas costas. Um que é apertado demais pode ferir a pele.

 

Tecido: alergias a fibras específicas, produtos sintéticos e mesclas com tecidos 100% de algodão, lã ou seda, podem ser evitadas ao lavar a roupa nova antes de usar.

 

Roupa de criança: peças com cordões aumentam o risco de estrangulamento para bebês e até crianças mais velhas. Zíperes também não são recomendados, pois podem machucar a pele. Ultimamente, pediatras vêm alertando para outro problema, hiperpigmentação provocada por elásticos apertados em meias, que criam vergões avermelhados em torno dos tornozelos. As marcas são inofensivas, mas podem durar anos, alertam os médicos.

 

 

Fonte: Blog da Saúde



Veja também