Estudo afirma que apenas uma em cada dez pessoas lê tabela nutricional de restaurantes

13/12/2013


As informações são do Site Minha Vida e o trabalho foi desenvolvido pelo National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion, do Centers for Disease Control and Prevention, localizado na Georgia (EUA).

 

A equipe analisou 4.363 pessoas, que responderam questionários sobre seus hábitos em restaurantes, incluindo a leitura das informações nutricionais. Para aqueles que liam as tabelas, foi perguntado se eles levavam aquela informação em conta.

 

Mais da metade dos entrevistados disseram ter feito refeições em fast food ou restaurantes menos de uma vez por semana, enquanto 10% relataram ir três ou mais vezes por semana e outros 10% disseram que nunca frequentavam restaurantes, mostram os resultados publicados dia 20 de novembro no Journal of Public Health.

 

A boa notícia é que aqueles consumidores que se preocupam com as informações nutricionais acabam por fazer escolhas mais saudáveis e inteligentes. Das 36% pessoas que viram a informação de calorias em restaurantes pararam para analisá-la. Destes, 95% relataram usar as informações pelo menos às vezes. Os entrevistados que foram para a cadeia de fast food e restaurantes três ou mais vezes por semana eram menos propensos a ler contagens de calorias do que aqueles que foram menos frequentemente. As mulheres eram mais propensas a ler as tabelas do que os homens.

 

Os autores afirmam que é importante observar as informações calóricas dos alimentos dos restaurantes antes de escolher, para fazer escolhas mais saudáveis. Segundo eles, pessoas que comem nos restaurantes com mais frequência tendem a ignorar essas tabelas, ingerindo alimentos mais calóricos - e essas deveriam ser as mais beneficiadas.

 

Fonte: MINHA VIDA



Veja também