A importância da saliva para a saúde bucal

11/09/2014


Você pode não saber, mas 378,5 litros é a quantidade de saliva que um ser humano usa em média para limpar os dentes durante toda a vida. A saliva tem várias funções, entre elas: ação bactericida e capacidade de promover a lubrificação da mucosa da boca, da faringe e das vias digestivas superiores. Ela ainda limpa e protege a boca, dificultando que as bactérias se fixem nos dentes, ajuda na imunidade, pois possui anticorpos que nos protegem contra doenças, diminui a incidência de cáries e atua na preparação do bolo alimentar. Para mantê-la em um bom fluxo, é preciso ingerir bastante água.

 

“Uma das principais funções da saliva é neutralizar o pH da boca protegendo das bactérias causadoras da cárie”, diz o dentista Mauro Piragibe, consultor científico da Associação Brasileira de Odontologia (ABO).

 

Com todas essas funções é complicado ficar com o fluxo salivar reduzido, o que ocorre com o avanço da idade, alguns medicamentos, quimioterapia, diabetes, álcool e cafeína. “Como a saliva ‘lava’ os restos alimentares, a boca seca fica mais suscetível à proliferação bacteriana, ao mau hálito, e doenças da boca”, afirma Piragibe.

 

À noite, essa diminuição do fluxo salivar ocorre fisiologicamente. Por isso, ao acordar, o hálito não é agradável. Com essa queda de saliva, aumenta a proliferação bacteriana que fermentam restos alimentares e liberam compostos de enxofre – que causa o famoso mau hálito. “Por isso a escovação noturna é a mais importantes do dia”.

 

A parte boa é que hábitos diários podem ajudar a manter o fluxo salivar normal. Táticas como mastigar bem os alimentos, comer maçã e pêra, optar por sucos de frutas e alimentos azedos ajudam bastante, além de manter a higiene bucal em dia.

 

Fonte: Terra



Veja também