Micoses são mais comuns no verão e tratamento deve ser indicado por dermatologista

23/02/2015


Durante o verão, o surgimento de micoses é muito comum e em caso de aparecimento, o melhor a se fazer é procurar cuidados médicos. A micose pode acontecer quando o pé está machucado e a unha um pouco levantada, pois isso facilita a entrada de micro-organismos.

 

Mas mesmo sem qualquer machucado, um ambiente de calor e umidade é bastante propício para o surgimento da infecção de pele, explica Daniela Lemes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Os tipos de micose mais comuns aparecem, normalmente, nas unhas e dedos dos pés, mas existem outras variações, como a condição conhecida como pano branco, que pode surgir nas costas e couro cabeludo. Tem ainda a candidíase, típica das dobras do corpo.

 

A bioquímica e diretora da Linha Confirme de autotestes para diabetes, Carolina Ynterian ressalta que diabéticos têm maior pré-disposição para contrair qualquer tipo de infecção, inclusive a causada por fungos, e completa: “Problemas nos pés dos diabéticos são mais graves do que o de outras pessoas”.

 

Ao perceber que possui qualquer tipo de micose, o ideal é procurar um dermatologista. O tratamento pode ser tópico, que é a aplicação de pomadas ou líquidos na região da lesão. Em casos mais graves pode ser exigido tratamento via oral.

 

“Se não tratar a micose, ela causa muito mal-estar, odor, descamação e coceira. Além de cada vez alastrar mais e o tratamento se tornar mais difícil” afirma Carolina.

 

Daniela diz que as micoses nas unhas merecem bastante atenção: “A unha do pé é bem complicada de tratar pela dificuldade de o remédio chegar ao ponto infectado por meio da circulação”. Ela alerta que se a micose não for tratada por muito tempo, os fungos podem causar alterações irreversíveis na cor e forma das unhas.

 

Fonte: IG



Veja também