Hábitos saudáveis que podem auxiliar na prevenção do câncer de mama

17/10/2018

campanha   cancerdemama   dicas   emagrecer   mama   mulher   obesidade   outubro   rosa   saúde   aldesul  


Existem fatores de risco para o câncer de mama que podem ser considerados fatores modificáveis e outros não modificáveis da doença (idade, histórico familiar, mamas densas). Dentre os fatores modificáveis, você pode ajudar a prevenir o câncer mantendo um peso saudável, uma dieta balanceada, fazendo atividade física, não fumando, não ingerindo bebidas alcoólicas em excesso. Além disso, para mulheres na menopausa, é aconselhável não fazer reposição hormonal, ou fazê-la sob orientação e supervisão estrita de um médico.

Confira alguns hábitos saudáveis que podem auxiliar na prevenção do câncer de mama:  

Alimentação saudável: Acrescente o brócolis no seu dia, ele possui o fitoquímico sulforafano, que tem a capacidade de destruir células cancerígenas e deixar as demais intactas. Frutas vermelhas, como framboesa e amora, contêm fitonutrientes anticancerígenos (chamados antocianinas) que retardam o crescimento de células malígnas. Outra alternativa é a cenoura ao consumirmos cerca de duas porções todos os dias, podem reduzir o risco de desenvolver a doença em até 17%.

Evite o sobrepeso: A obesidade está associada a um risco maior de câncer de mama em mulheres que já passaram pela menopausa. Isso acontece por causa dos altos níveis do hormônio estrogênio nessa fase da vida. 

Pratique atividades físicas: Ao praticar esportes regularmente, o risco de desenvolver câncer de mama no futuro é menor. "O hábito também melhora as chances de sobrevivência após o diagnóstico da doença. Os treinos mais intensos têm efeitos mais significativos para reduzir os riscos. Mas, se você se exercitar pelo menos três dias por semana por uma hora, já faz uma grande diferença", explica a profissional.

Pare de fumar e diminua a ingestão de bebidas alcoólicas: O tabaco (tabagismo) pode fazer com que o antigo câncer retorne ou, até mesmo, facilite o surgimento da doença em outro órgão. O consumo frequente de álcool também está diretamente associado ao aumento de risco do desenvolvimento do câncer, não só o de mama, mas como em outras partes do corpo.

Autoexame: Uma das mais conhecidas formas de prevenção é o autoconhecimento do corpo, por isso, através do autoexame a possibilidade de descoberta aumenta significantemente. Vá para a frente do espelho e se toque, perceba se há algum nódulo, se sente dores (que não são muito comuns). Caso note algo diferente, procure o seu médico.

Vá ao médico periodicamente: Realizar um check-up anual, ou de 6 em 6 meses, é o ideal para ter um diagnóstico recente e tratar a doença da melhor maneira possível. Muitos casos, quando descobertos no início, possuem maiores chances de tratamento ou até mesmo de cura.



Veja também